cervejas

Conheça as cervejas mais premiadas do mundo

Loiras, ruivas ou morenas, de trigo ou de aveia, com frutas, chocolate ou até com rapadura, as cervejarias modernas parecem ter se libertado de qualquer tipo de limite para desenvolver receitas cada vez mais saborosas e criativas. Com uma multidão de apaixonados por cerveja espalhados pelo mundo afora, hoje em dia ficou bem mais fácil encontrar rótulos que conquistem todos os paladares e combinem com qualquer ocasião. E a verdade é que um bom cervejeiro não nega um brinde com uma gelada, seja uma velha conhecida ou a novidade do momento — o importante é ser boa!
Mas a grande variedade de cervejarias e receitas fez aumentar também a concorrência nos já famosos campeonatos e festivais ao redor do mundo, o que é uma boa notícia para os apaixonados pelos lúpulos e maltes, já que a cada ano o mercado cervejeiro ganha ainda mais representantes de peso. Curioso para saber por onde começar sua maratona de degustações? Então conheça agora algumas das cervejas premiadas que não podem faltar na mesa de qualquer apreciador:

Colorado Ithaca

A cervejaria Colorado, 100% tupiniquim, acabou de completar 18 anos e já acumula muitas conquistas em sua história — sem contar admiradores ao redor do mundo. Seus sabores inusitados e tipicamente brasileiros, como a castanha-do-pará, o café e a mandioca, ganharam o mercado internacional de tal forma que hoje a bebida produzida por lá já é exportada para a França e os Estados Unidos. A Ithaca é um dos rótulos de maior sucesso da cervejaria e um dos mais premiados também.

Essa Imperial Stout ganhou um ingrediente nordestino que a tornou única: a rapadura queimada, que deu à Colorado Ithaca uma bela coleção de medalhas — que inclusive continua crescendo. Já são 6 ouros, 2 pratas e 2 bronzes em festivais como o Mondial de La Bière, do Canadá, e a South Beer Cup, aqui do Brasil. Seu teor alcoólico é de 10,5% e harmoniza muito bem com queijos mais maturados e carnes fortes, como as de caça, além de ser um par perfeito para as sobremesas caramelizadas, como o clássico pudim e o crème brûlée.

Fuller’s ESB

Essa Premium Ale já é tricampeã do Champion Beer of Britain e bicampeã do World Champion Beer. Produzida pela cervejaria Fuller’s, da Inglaterra, ela já se consagrou como uma das melhores do mundo na sua categoria e entrega um sabor suave, porém marcante. Com mais amargor, mais corpo e mais álcool, o equilíbrio do malte e do lúpulo dão à Fuller’s ESB o tom perfeito para o paladar de qualquer apaixonado por cerveja.

Para completar, essa opção é considerada a harmonização perfeita para os petiscos típicos de um bom bar, como a castanha-de-caju, as casquinhas de siri, os queijos — como o gruyère e o gorgonzola — ou até para acompanhar uma bela pizza!

Bierland Pale Ale

A inspiração para essa cerveja está no estilo das English Pale Ales, que nasceu ainda no século 18, na Inglaterra, com a qualidade da água contribuindo para a produção de cervejas mais claras, fortes e amargas. A Bierland Pale Ale, portanto, vem de uma linhagem de sucesso, gerando um resultado que não poderia ser outro: uma cerveja brilhante, de alta fermentação e sabor equilibrado. O diferencial da receita está em um toque levemente frutado, com notas de ervas e também detalhes cítricos dos lúpulos.

A Bierland Pale Ale acumula muitas medalhas na parede, já tendo arrematado 7 pratas, 2 bronzes e 1 ouro em competições ao redor do mundo.

Baden Baden Bock

Já não é segredo para ninguém que a Baden Baden, situada em Campos do Jordão, é uma das microcervejarias de maior sucesso no mercado nacional, certo? Com ingredientes deliciosos em cada fórmula — do maracujá à canela —, suas cervejas premiadas são perfeitas para qualquer brinde.

A Baden Baden Bock é uma Lager encorpada, de cor castanha e um leve toque adocicado, honrando muito bem o estilo Bock, inicialmente produzido nos monastérios ao norte da Alemanha. Premiada no World Beer Awards, no International Beer Challenge e na South Beer Cup, entre outros.

Bamberg Altbier

A microcervejaria brasileira Bamberg produz essa receita tradicional de Dusseldorf atualmente bem difícil de ser encontrada no mundo. A Bamberg Altbier tem 5% de teor alcoólico e alta fermentação, com aromas e sabores super complexos. Com notas de flores, frutas vermelhas e caramelo, é uma cerveja preta, de espuma marrom e amargor marcante, uma receita realmente ímpar, que já levou 20 prêmios em importantes campeonatos mundiais. Por essas e outras é que o nome da Bamberg foi marcado de vez entre os grandes destaques do mundo cervejeiro.

fonte: blog.chefsclub.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *